Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Soul Feeder

Eternal soul feeder. Passionate. Words are my world and landscapes are my escape.

Eternal soul feeder. Passionate. Words are my world and landscapes are my escape.

Soul Feeder

27
Abr18

Quando nasceste

Catarina

quando.jpg

Quando nasceste, ninguém sabia bem o que esperar. Todos ansiávamos a tua vinda, de coração apertado. Lembro-me de, naquela noite, esperar ansiosa por novidades, olhando incessantemente para o telemóvel em busca de um bip bip ou uma vibração que fosse.

Quando recebemos a notícia, a nossa vida mudou contigo. Lembro-me de como eras pequenina e de como parecias tão frágil ! Agora quando sorris trazes contigo o Mundo inteiro.

Quando te mexes incessantemente, tudo querendo tocar, tudo querendo remexer, enfim, tudo querendo descobrir !

Agora, és parte de nós e todos nós mudámos contigo. Uma nova visita é sempre uma nova descoberta, um novo toque, uma nova alegria. A esperança num Mundo maior.

Com um Amor que não cabe no coração.

02
Abr18

Barcelona

Catarina

barcelona.jpg

Barcelona. Barcelona poderia ser o início de uma história sem ponto final, tal é a sensação de permanência constante que nos invade quando aí nos encontramos.

Barcelona são ruas estreitas, fracamente iluminadas por clássicos candelabros, e isso tem tanto de antiquado como de mágico.

Barcelona é um distrito gótico de gentes que falam em voz alta, que se interrompem sem nunca o fazer, porque a educação assim o é ali.

Barcelona emana História em todas as suas artérias, destila uma independência aguerrida que busca consenso social e político. Barcelona é património histórico e cultural, e esse património são todos os locais que lá moram, mais todos aqueles que se bateram por construí-la. Barcelona é teatro, arte e tradição. Barcelona é reencontro. É a subida desde a Sagrada Família que nunca acaba, até a um parque que denominaram de Guell, projetado por um visionário que está presente em cada esquina da cidade. Vemos Gaudí em bancos de jardim. Vemos Gaudí em escadarias. Vemos Gaudí na Casa Batlló onde os turistas se atropelam. Vemos turistas. Muitos. As Ramblas não são exeção. Queremos menos turistas, dizem, imploram os locais e os recém-chegados que querem um pouco do sentimento de pertença que todos nós – um pouco também – queremos.

E então chegamos ao Parc de la Ciutadella. E há o lago. E todas aquelas canoas em que remam casais enamorados. E aí algo de mágico acontece. Como se a cidade parasse. Congelasse, nesse preciso instante. E isso é algo precioso.

Barcelona, tens o meu coração.

 

barcelona 6.jpg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Loja Zero

Usa o código 27809804 para usufruir de mais vantagens... Boas compras!

Sweet Care

Zaful

Big Foodie

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Instagram

Aboutachick

Facebook