Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Soul Feeder

Eternal soul feeder. Passionate. Words are my world and landscapes are my escape.

Eternal soul feeder. Passionate. Words are my world and landscapes are my escape.

Soul Feeder

21
Mai18

Tive a sorte

Catarina

Tive a sorte de entrevistar António Arnaut. Nos olhos dele brilhava uma luz fora do vulgar. Era um Homem de causas. Na altura, traçava eu o perfil de um pintor da Figueira da Foz, Mário Silva, e recolhia depoimentos das pessoas mais próximas deste artista. António Arnaut era um deles. Recordo-me do seu olhar convicto, inabalável. E de como proferia cada frase com a certeza de quem abraça valores inquestionáveis. A Maçonaria.

Vibrando com o tema, logo me conduziu a esses tempos, em que tudo se passava de forma secreta, em que os elementos bradavam valores de liberdade, igualdade e fraternidade, que a revolução francesa tinha trazido até nós e se espelhava no seu rosto lutador. Dessa sociedade, em que a liberdade abraçava os bons costumes independentemente da raça, religião, ideologia política ou posição social, contava como se debatiam, como nunca cessavam de evocar o Estado Social no seu estado mais puro. E foi consigo que nasceu o Serviço Nacional de Saúde. E foi consigo que conseguimos criar infra-estruturas públicas que dão resposta a necessidades prementes, apesar dos tempos de espera que lhes estão imputados. Ele conseguiu.

Hoje, quando vi a notícia, estarreci. Estarreci porque lembrei-me daquele olhar. O olhar de alguém que nunca perece. Que nunca perecerá. E que será sempre, irremediavelmente, recordado com saudade por todos nós.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Loja Zero

Usa o código 27809804 para usufruir de mais vantagens... Boas compras!

Sweet Care

Zaful

Big Foodie

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Instagram

Aboutachick

Facebook